Não precisa ir muito longe. Basta você passear em algum lugar que tenha uma lagoa, rio ou mar para encontrar aventureiros de primeira viagem tentando se equilibrar numa prancha grande… bemmm grande. O Paddle Board é assim! Atrai desde os leigos aos mais experientes.

E a prática não é modismo. O esporte começou justamente com surfistas profissionais. Coisa dos beach boys, os garotos da praia que desenvolveram uma prancha maior que o normal para ter mais estabilidade afim de fotografar os turistas que tentavam surfar nas ondas paradisíacas do Havaí. A modalidade convidativa, uma variante do surf, nasceu na década de 1960 em Waikiki.

Paddle Board

Paddle Board nasceu há mais de 50 anos

Inspirador, não?

A vantagem do Paddle Board, ou Stand Up Paddle, é que você não precisa de grandes habilidades aquáticas. Aliás, se preferir, pode até “brincar” com colete salva-vidas. O segredo para se manter em movimento é ter equilíbrio e agilidade, afinal, trocar de remo em pé numa prancha não é lá tarefa tão fácil quanto parece. Mas não é difícil também, então não se desencoraje!

Na temporada Under Water, a equipe do Programa Na Moda experimentou de perto o friozinho na barriga ao tentar ficar em pé nas águas cristalinas no berço do Paddle Board. Foi lá no Havaí que gravamos cenas hilárias da aula particular da Erika Okazaki! Lembram?

Paddle Board

Under Water

Curtiram? No vídeo tem até uma aula para você que está pensando em desbravar novos ares, digo, mares, lagos ou rios…

Foi desse esporte que surgiu a inspiração para o layout do blog. Ah, vai dizer que vocês não acham essas fotos inspiradoras? Falando nisso as fotografias são da querida Nádia Otake. Então corrá lá: compre sua prancha ou alugue, como preferir, e se aventure. Se permita descobrir a delícia de “paddle bordear”.

E se você está pensando em ir para o Havaí anote aí o Facebook do Dozer, que deu essa super aula pra Erika.

Paddle Board

Erika e Dozer

Beijos e equilíbrio!