“O que você está fazendo para melhorar o mundo?”

Essa é uma pergunta que faço com frequência pra mim mesma. E cada vez que me questiono vejo que sempre posso fazer mais e melhor. São pequenas atitudes, pequenas mudanças que trarão resultados diferentes. Sempre acreditei que a moda pode ajudar transformar vidas, e que as roupas não são apenas tecidos para cobrir nossos corpos, e calçados apenas para proteger nossos pés, mas também ferramentas para contar histórias.

E em meio as minhas descobertas, conheci o Fashion Revolution, um movimento que acontece desde 2014 e tem despertado no mundo um olhar questionador, um chamado pro amor, pra vida. Em 24 de abril de 2013 aconteceu uma tragédia em Bangladesh no Edifício Rana Plaza, um desabamento que matou 1.133 pessoas e deixou 2.500 pessoas gravemente feridas. Sabe por que isso aconteceu? Porque existem pessoas que amam o dinheiro, amam o consumismo, não se importam com o mundo, não estão nem aí com as consequências, muito menos preocupadas em deixar um legado de amor. Essas pessoas que estavam no prédio neste dia, não tinham a mínima estrutura para trabalhar e infelizmente foram vítimas deste egoísmo. É triste saber que essa não foi a única tragédia que envolveu o setor da moda. Diariamente isso acontece, inclusive casos de exploração, onde pessoas vivem em situação de escravidão ou análoga a esta. Algumas pessoas podem até me criticar, mas não é somente os donos de fábricas e marcas que são culpados disso. Eu, você que consumimos essa moda insustentável, estamos financiando este mercado. É triste. Mas é a verdade. A boa notícia é que isso PODE e DEVE ser mudado. Um dos objetivos do movimento Fashion Revolution é conscientizar as pessoas para terem uma reforma no sistema da moda.

Eu tô passando um período no Hawaii, acompanhando meu marido na Escola de Cinema. E aqui na ilha onde estou mora uma amiga fotógrafa, a Nadia Otake, que tem a arte no seu DNA e acredita no belo para construir um mundo melhor. De 24 a 30 abril de 2017 acontecerá o #FashionRevolutionWeek – aproveito a oportunidade para compartilhar o LINK DO FASHION REVOLUTION para você conhecer mais.

Eu e a Nadia resolvemos de forma voluntária levantar essa bandeira da #ModaConsciente junto com o Fashion Revolution. Selecionamos algumas marcas brasileiras e fotografamos aqui na Big Island algumas peças destacando a etiqueta para postar em nossas redes sociais e ajudar fortalecer o movimento.

CURTIU??? QUER PARTICIPAR??? É fácil, faz assim ó: tire uma foto com uma peça de roupa, coloque o tag da marca e faça a pergunta #quemfezminhasroupas #whomademyclothes e VAMOS UNIR FORÇAS!!!

Segue a gente lá no Instagram ====> @erikaokazaki e @nadiaotake / Todos os dias desta semana postaremos fotos de uma marca diferente.

A moda é linda, só precisa ser usada da forma correta!!!